Domingo, 19 de Maio de 2024 03:00
(73) 9 9809-1341
Anúncio
Bahia SEM FESTA

Pedrão não será realizado este ano, anuncia prefeita Cordélia Torres

Segundo a prefeita, os R$ 8 milhões que custariam o evento serão investidos em obras de infraestrutura no município; festejos de São João serão realizadas nos bairros

14/05/2024 09h19
Por: Redação
Pedrão não será realizado este ano, anuncia prefeita Cordélia Torres

 

A prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres, anunciou nesta segunda-feira (13) que não será realizado o Pedrão 2024. Em entrevista coletiva concedida em seu gabinete, no bairro Centauro, Cordélia lamentou a falta de grandes atrações, mas adiantou que haverá festejos tradicionais de São João nos bairros, onde será realizada a Vila do Forró.

APORTE DE R$ 8 MILHÕES NEGADO – Segundo a prefeita, era esperado um aporte de R$ 8 milhões para a realização do Pedrão 2024, mas essa verba extra acabou não se concretizando. Para não usar recursos do município, Cordélia optou por não realizar o tradicional evento junino. “Esperávamos um aporte financeiro para realizar a festa. A agenda já estava toda programada, os cantores já estavam com os contratos prontos, já tínhamos tudo planejado, mas infelizmente não podemos fazer o que queremos em uma gestão pública, temos que ter responsabilidade”, lamentou a gestora.

Entre as atrações programadas para o Pedrão 2024, estavam nomes como Leo Santana, Eduardo Costa, Thiago Aquino, Tayrone e Wesley Safadão, entre outros.

INVESTIMENTO EM INFRAESTRUTURA – Cordélia ressaltou que, em vez de gastar R$ 8 milhões no Pedrão, preferiu investir esse dinheiro em infraestrutura. “Esse valor tão alto que gastaríamos em uma festa é o que me dará condições de fazer asfalto, tapar buraco, reestruturar o município”, ponderou.

RESPONSABILIDADE – A prefeita fez questão de frisar que não está deixando de realizar o Pedrão por mera vontade, mas por recomendação de suas equipes técnica e jurídica. Ela lembrou ainda que não é a primeira vez que um gestor não faz o Pedrão.

Apesar de reconhecer a importância desse evento para a economia eunapolitana, Cordélia afirmou que “não se coloca a mão onde não alcança”. “A mesma responsabilidade que eu tive de não fechar o comércio durante a pandemia, é a que eu tenho de não fazer agora o Pedrão”, comentou, citando, entre outros problemas, a queda de arrecadação do município.

VILA DO FORRÓ – Cordélia anunciou que a Vila do Forró, patrimônio cultural de Eunápolis, será realizada nos bairros Pequi, Juca Rosa e ao lado da prefeitura, com duração entre três a cinco dias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.